Alerta

Joomla\CMS\Filesystem\Folder::create: Caminho não está nos caminhos open_basedir.

Notícias do Exército de Salvação

Músicos do Comando de Espanha e Portugal em Birmingham - Testemunhos

Escrito a .

musicos comando espanha portugal birmingham testemunhos

No passado mês de maio, um grupo de 25 músicos - 18 de Espanha e 7 de Portugal, viajaram para Inglaterra - Birmingham.

A viagem teve como principal objetivo, um intercâmbio musical entre salvacionistas de Portugal/Espanha e de Birmingham - Corpo (igreja) de Cradley Heath, no entanto, depois do balanço feito, esta viagem revelou-se muito mais do que um "simples" intercâmbio musical, esta foi uma viagem muito enriquecedora e onde foram vividas experiências únicas e que ficarão certamente guardadas na memória e coração de cada participante.

Agradecemos aos oficiais Dirigentes do Corpo de Cradley Heath - Majores David e Joy Stephenson -, bem como a todos os salvacionistas locais, por toda a alegria e amor com que fomos recebidos!

Queremos partilhar convosco um pouco do que foi esta viagem, e para isso, temos algumas fotos dos lugares que visitamos e das atividades que fizemos, bem como o testemunho de alguns dos participantes!

Pode ver mais fotos na página do Facebook.

musicos comando espanha portugal birmingham testemunhos musicos comando espanha portugal birmingham testemunhos musicos comando espanha portugal birmingham testemunhos musicos comando espanha portugal birmingham testemunhos

 

O meu nome é Raquel, tenho 15 anos e sou filha de oficiais. Cresci no Exército e por ser filha de oficiais, tive também a oportunidade de viver no estrangeiro. Embora já tenha vivido e visitado vários lugares muito diferentes uns dos outros, acho que não tinha tido uma experiência como esta que tive em Inglaterra.
Desde a nossa chegada, que posso dizer que me senti tão bem recebida que parecia que estava em casa. As pessoas prontas a receber-nos tinham o melhor sorriso na cara e transbordavam de alegria.
A música em si foi maravilhosa, consegui evoluir e desde o primeiro dia não senti quase pressão nenhuma, porque estavam sempre a dizer-nos que nós tínhamos que nos divertir e usar a música para louvar o Senhor.
Foi muito bom ver o Exército no país em que nasceu, conviver com as pessoas, ver um pouco da sua cultura e poder voltar para casa e dizer que fizemos novos amigos e até chamá-los de irmãos.
Fico muito agradecida por esta oportunidade, porque acho que contribuiu para o meu crescimento seja musical seja espiritual.
Obrigada!!!
Raquel das Neves

 

Sou soldada do Exército de Salvação em Castelo Branco há 12 anos, mas neste momento estou há 1 ano a morar em Sintra onde surgiu esta oportunidade de viver esta experiência em Birmingham. Não sei como, mas aceitei de imediato quando me fizeram o convite, pois esta viagem ia ser um grande desafio para mim… desde a língua ser diferente, a andar de avião pela primeira vez e não gostando de alturas, como também tendo a perceção que não ia preparada para tocar as músicas que nos deram. Mesmo com estes receios eu decidi pô-los de lado e desafiar-me e posso dizer que não me arrependo nada!
Tivemos uma receção tão carinhosa que sentimos o calor humano que vinha de cada um deles!!!
Foi um fim de semana muito especial, o qual pudemos também partilhar com os nossos irmãos de Espanha!
Deste fim de semana vim com uma ideia diferente, pois ia com o pensamento que iria encontrar pessoas frias e pouco alegres... mas nada disso, são pessoas bastantes alegres mesmo sendo já de uma certa idade, ali a idade é só um número, porque ainda têm um espírito jovem e estão sempre prontos a servir ao Senhor.
Tenho que agradecer a toda a equipa o tempo que tiraram da sua vida para estarem e trabalharem connosco, principalmente com a banda, pois foi bom tocar com uma banda maior onde pudemos puxar por nós e ultrapassar algumas das nossas dificuldades.
Se me pedissem para escolher um só momento não sei qual escolheria, cada um tem um significado diferente para mim, desde os ensaios, as refeições, a visita ao canal de Dudley e ao lar de idosos, como o ar livre, o concerto e reuniões, entre outros.
Para concluir, posso então dizer que vim com o coração cheio de amor daquele povo salvacionista como do amor de Deus, Ele é fiel e trabalha de forma grandiosa na nossa vida quando nos dá estas oportunidades de aproximar e a fortalecer a nossa relação com Ele e com outros povos que louvam o Senhor seja qual for a língua, porque esta não é uma barreira quando cremos no mesmo Deus!
Ana Azevedo

 

Olá, sou o Bruno Teixeira, Soldado do Corpo de Lisboa, em Portugal.
Quando me propuseram em participar numa campanha de intercâmbio do Exército de Salvação no Reino Unido, eu nem pensei duas vezes e aceitai!
Dias antes de ir, criei algumas expectativas, mas o que eu tive mais medo foi o convívio e o modo de socializar com pessoas inglesas, porque eu não sei inglês e a língua seria uma barreira. Também pensei que os ingleses seriam muito conservadores e de poucas conversas...
No entanto, tudo o que eu pensei de mal foi o contrário, convivi com muita gente e socializei bastantes com pessoas mais velhas. E percebi, com a história de uma senhora, que não são só os jovens que são chamados para a casa de Deus, todas as pessoas são e isso não vai mudar, porque Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos!
Este fim-de-semana foi muito abençoado, para mim, criei laços com algumas pessoas do Exército de Salvação que já conhecia mas não tinha convivência e conheci bastantes pessoas, pessoas maravilhosas, e as histórias delas.
Cresci em termos musicais e na Palavra do Senhor ganhei um pouco de mais sabedoria!
Este fim-de-semana foi fantástico e gostava de ter mais fins-de-semana assim.
Bruno Teixeira
Bruno TeixeiraCorpo de Lisboa

 

Sou Maria João Gonçalves e sou do Corpo de Lisboa.
Para mim, o Fim de Semana em Birmingham foi uma grande bênção!
Pessoalmente, a imagem que tinha sobre os ingleses é que eram um povo frio e distante… mas que maravilha que agora posso ter uma visão bastante diferente!!!
A igreja onde estivemos, é frequentada por um povo humilde, maravilhoso, carinhoso , cheio de amor e vida!!! Não há palavras!
Desde o início da campanha de intercâmbio, até ao fim, todos foram maravilhosos connosco.
O fim de semana, foi cheio de bênçãos e especialmente cheio da presença de Deus!
Como foi bom poder tocar com músicos com um nível mais avançado, mas que nos receberam com muito carinho, ensinaram-nos que o mais importante, que o foco é louvar a Deus e levar a Sua Palavra ao povo, através das músicas e das letras das canções!
Não importa quem é melhor, pois para Deus todos temos valor… como me alegrou ouvir estas palavras do mestre da banda!!!
O que também foi uma bênção para mim, foi ver que para louvar ao nosso Mestre, não importa a idade, pois aquele é um Corpo que não tem muito jovens, mas é um Corpo vivo!
Para Deus todas as idades são importantes, é muito importante ter atividades com e para todas as idades!
Foi sem dúvida, um fim de semana que vai ficar na minha mente e na mente de cada um que lá esteve!
Desde já Agradeço ao Comando de Espanha e Portugal pela oportunidade e especialmente aos nossos amigos e Oficiais do Corpo de Cardley Heath por todo o trabalho, por nós acolherem com tanto amor! Muito obrigada a todos!
Maria João Gonçalves
Maria João GonçalvesCorpo de Lisboa

 

O meu nome é José Teixeira, tenho 52 anos e sou soldado do Exército de Salvação - Corpo do Porto. Esta é a segunda vez que visito as terras de sua Majestade. A primeira vez foi há mais de vinte anos onde fui ver um jogo de futebol, Manchester United – F.C.Porto (meu clube) onde o clube português perdeu por 4-0. A segunda vez foi este fim-de-semana e não perdi, pelo contrário, sinto que ganhei e acredito que este sentimento é partilhado por todos que estiveram presentes!
Não encontro o momento mais especial! Todos foram especiais mas de maneiras diferentes, com um propósito e sentido de missão partilhado por todos. De todas as atividades, se tivesse que escolher uma, seria a banda. Claro! Foi muito boa a experiência de tocar com outros músicos mais novos, mais velhos e de diferentes línguas. A missão/necessidade de comunicar com os meus colegas músicos provenientes de outros países tornou-se das tarefas mais desafiantes e engraçadas ao mesmo tempo!
A visita ao canal de Dudley foi dos momentos mais relaxantes e de aprendizagem sobre a cidade de Birmingham. Aquela que foi durante muito tempo uma cidade de grande poderio industrial, conhecida por Black Country, que nos deu a grande âncora do Titanic.
Resumindo, o momento que ficará na minha memória foi o reencontro com o capelão do aeroporto, Soldado Neil, que esteve na cidade do Porto em 1983 com um grupo de músicos, assim como o próprio testemunhou. Pessoalmente, apesar de estar fora da minha área de conforto, deu para fortalecer o meu à vontade com outras pessoas. Fazer parte do conjunto de músicos da banda unida fez-me sentir abençoado, não pelas qualidades de cada um como músico, mas porque através das melodias e união de todos abençoámos outros.
Agradeço a Deus pela possibilidade de estar presente neste fim-de-semana e participar neste intercâmbio musical. Também quero agradecer a todos os amigos que reencontrei e que fiz em Birmingham e que tornaram os dias em momentos felizes. A Deus toda a Glória.
José Teixeira
José TeixeiraCorpo do Porto

 

Eu sou a Mariana, tenho 18 anos e sou soldada do corpo do Porto, no Exército de Salvação em Portugal.
Tive o privilégio de viver uma experiência incrível em Birmingham, para além de conhecer pessoas novas que me ensinaram muito sobre música através dos seus talentos!
Aprendi também mais sobre o Exército de Salvação noutra cultura e o quão Deus é bom, pois apesar dos diferentes idiomas e dos diferentes hábitos culturais, o amor, o cuidado, o trabalho de Deus em cada país, cidade, corpo, pessoa é o mesmo!
Destaco de forma especial a última reunião que tivemos, foi uma reunião diferente, idiomas diferentes a serem ouvidos, testemunhos, as palavras trocadas, as músicas cantadas e tocadas, uma banda unida para louvar a Deus, senti-me em casa porque senti a presença de Deus em tudo.
Vim embora de coração cheio, com mais conhecimento sobre música e história em si, mais sabedoria devido às diversas histórias que ouvi, mais coragem devido à força toda que senti e mais amor no coração devido ao aconchego que senti. Superou todas as expectativas que tinha sobre esses dias, porque cresci muito enquanto pessoa e enquanto cristã, foram dias que me ajudaram a dar o próximo passo no caminho certo, não seguir os meus sonhos, mas sim seguir os sonhos que Deus tem preparados para mim!
Mariana Couto
Mariana CoutoCorpo do Porto

Imprimir